Endereço:
Av. Presidente Vargas, s/n - Setor Ind. II Rio Verde/GO
Fone: (64) 3622-1028

Senhores pais ou responsáveis,
Diante do cenário que temos assistido, ao longo dos 17 anos de existência do Colégio Militar de Rio Verde, Carlos Cunha Filho, o Comandante não poderia ficar inerte a algumas situações que pais e até alunos têm questionado, através de redes sociais. Reservo-me ao direito de utilizar esse mesmo canal de comunicação, por entender que ele seja a preferência da grande maioria, pois isso ficou evidenciado nas últimas reuniões que realizamos no colégio, uma vez que esses momentos têm contado com uma minoria, isto é, menos de cinquenta por cento de pais presentes. Ressaltamos que tais reuniões, no início de funcionamento da escola, em 2002, já chegaram a contar com cem por cento de pais que compreendiam o projeto e abraçavam a causa com amor e esperança de um futuro melhor aos seus filhos. Não era difícil encontrar no dia a dia, pais se oferecendo para algum tipo de atividade na escola e, muitas vezes, até fazendo doações de gêneros alimentícios para reforçar a merenda escolar, materiais de construção e mão de obra para a estruturação física que abriga os atuais alunos.
Aliás, por falar em merenda escolar, recebemos recentemente críticas quanto à qualidade da merenda. Será que os pais e alunos têm conhecimento de que cada aluno recebe do governo, a quantia de 0,53 (cinquenta e três centavos), por dia, para que ele se alimente na escola? Com esse valor, as cozinheiras se desdobram como podem para cozinhar com mais carinho que tempero, para que seu filho coma bem e possa retornar para a sala de aula para receber os ensinamentos de professores dedicados e interessados em transmitir todo o conhecimento que seus filhos vão precisar para conseguir entrar em uma boa universidade, ou simplesmente ser um cidadão de bem, coisa que, na atual conjuntura, já é um grande legado.
Porém, sabendo que os recursos recebidos para a confecção dessa merenda são insuficientes, o Colégio já tem feito complementação com os recursos da ajuda dos pais. Os pais que criticam sabem que as demais escolas vivem situações difíceis em relação à violência, drogas e um total desrespeito com professores. Felizmente, aqui, ainda conseguimos garantir a tranquilidade aos pais, pois o Estado disponibiliza diariamente 17 policiais militares da ativa e reconvocados, apenas para zelar pela disciplina e segurança dos seus filhos.
O projeto foi criado para fazer as coisas acontecerem de acordo com a necessidade e o desejo das pessoas que buscam um diferencial no ensino público, porém ele não sobrevive só de lágrimas e do desejo por uma vaga no dia do sorteio, ou na sala do comandante, quando pais e filhos choram juntos, implorando para fazer parte dessa grande família CEPMG.
O projeto precisa de participação dos interessados. Só assim, a escola consegue proporcionar meios para a realização de sonhos. Os dados estão aí para quem quiser constatar ou que duvidar. Hoje já são inúmeros ex-alunos que se transformaram em médicos, professores, promotores, policiais, odontólogos, enfermeiros, psicólogos, e uma infinidade de profissões, que nem em seu melhor sonho passaria pela cabeça dos mesmos, se não fosse a desenvoltura e o carinho dos nossos educadores, pois se considera que nem todos teriam condições financeiras para pagar escolas particulares e cursinhos.
Mas, com muito orgulho e a certeza de que procuramos sempre fazer o melhor, nós podemos dizer, de cabeça erguida, que proporcionamos essa oportunidade a eles. Nós do colégio militar, civis e militares, aceitaremos qualquer crítica, seja destrutiva ou construtiva, todavia, somente depois que tivermos a certeza de que cada um, que na escola compareceu para solicitar uma vaga, está realmente cumprindo o seu papel nesse projeto.
E, caso isso não ocorra, o Comandante continuará administrando, da melhor forma possível, os recursos que são disponibilizados, quer seja do governo ou do apoio dos pais. Continuaremos empenhados e acreditando que, em algum momento, de alguma forma chegaremos a um consenso e todos entenderão que o diferencial do Colégio Militar é a dedicação dos professores, dos militares e dos alunos e pais. Não ocorrendo isso, a escola seguirá o seu destino, relembrando o seu passado, numa época em que a escola era um ambiente alegre, cheia de projetos, onde o aluno chegava de manhã e ali permanecia o dia todo sem se preocupar com o horário de voltar para sua casa, pois esse espaço era a extensão da sua.
Infelizmente, quem participou do início deste CEPMG, como o próprio Comandante que lhes escreve, sente uma imensa angústia ao ver tudo que foi sonhado, se deteriorando e apagando por pura falta de conscientização do nosso público. A título de informação senhores pais: ninguém é proibido de ajudar a escola do seu filho, apenas a escola é impedida de exigir alguma coisa, pela sua condição de Escola pública Estadual.
Portanto, pensem, reflitam, vejam a situação que se encontra a educação por aí. Será que vale a pena usar o seu próprio filho para desafiar o sistema? Será que o sistema sabe que seu filho existe e que ele é tudo para você? Aproveitem e façam uma visita na escola, para saber exatamente onde, quando, porque e em benefício de quem a sua contribuição foi empregada.
Aliás, vou facilitar para os senhores essa informação: ao entrar na escola, já vão deparar com um porteiro, pago pela escola, que permanece ali até o último aluno ser retirado do ambiente escolar, por seu responsável. Em seguida, vão se deparar com um amplo estacionamento para a sua comodidade, enquanto esperam por seus filhos. Na secretaria, os documentos que você procurar estarão sempre prontos de acordo com a sua necessidade, pois ali também tem funcionários pagos pela escola. Andando um pouquinho mais, irão deparar com uma banda de música, que abrilhanta todos os nossos eventos, mantida pela escola, também irão deparar com uma ampla e confortável Biblioteca para seu filho aprimorar seus conhecimentos.
Perceberão também salas de aulas com quadros modernos, datashow e ar condicionado. Encontrarão também uma serralheria com um funcionário pago pela escola para reforma de carteiras e mesas e toda a parte de manutenção da escola. Constatarão a existência de uma enorme quadra de esportes, em que os alunos recebem treinamento esportivo basquete, voleyboll, futsal e handebol, ministrados no período noturno, por professores pagos também pela escola.
Tenho certeza que irão observar muitas coisas que foram construídas e mantidas com a ajuda de vocês, tais como: auditório, laboratório de ciências, cozinha, área de recreação com mesas, laboratório de mídia, mecanografia com modernas máquinas de xérox, galpão coberto para alimentação, horta com canteiros definitivos, bebedouros, além de projetos voltados para a área pedagógica, como reforço escolar e correção de redações nos critérios exigidos no ENEM.
Porém, o mais importante será notarem que nesse ambiente escolar existem pessoas comprometidas com o que fazem, e que não desistiram dos seus filhos.
Finalizando, Senhores, peço desculpas àqueles pais que sempre compreenderam o projeto e nunca o abandonaram. Continuem assim, durmam de consciência tranquila e com a certeza de que a sua parte você tem feito. Quanto àqueles que ainda se encontram em sua zona de conforto, limitando suas atividades a apenas criticar quem ainda acredita em tudo de bom que essa instituição pode proporcionar na vida de seus filhos, da sua família e da sociedade, este comandante gostaria muito que se unissem a nós, participando positivamente. Assim, todos só têm a ganhar, principalmente o seu filho.
Mas se entenderem que não vale a pena ajudar, que pelo menos não atrapalhem. Isso já será uma grande ajuda.

IVAN ALVES ANASTÁCIO, TEN CORONEL, COMANDANTE DO CEPMG CCF